domingo, 1 de novembro de 2015

Aborto - Precisamos falar sobre o assunto!



“A palavra aborto vem do latim abortus, que, por sua vez, deriva do termo aborior. Este conceito é usado para fazer referência ao oposto de orior, isto é, o contrário de nascer. Como tal, o aborto é a interrupção do desenvolvimento do feto durante a gravidez.”

Quando o assunto é aborto muitas opiniões vem a ser discutidas, é polêmico, ser a favor ou contra o aborto, pois então... Apesar de ocorrerem muitos caso de abortos por todo o mundo, nenhuma mulher deve ter sentido realmente o prazer de abortar, e por mais que seja trágica esta escolha podemos dizer, se a a mulher não quer ter filhos, deviamos respeita-la.
Se alguma mulher engravida, por qualquer motivo, por abuso, por alguma falha, enfim, e ela decide abortar, por que não respeitam a decisão da mesma? Ela deveria ter esse direito de livre escolha, além do mais, diz respeito à sua vida. Não devemos esquecer que há abortos espontâneos também, que ocorre porque o feto não está se desenvolvendo normalmente.

O mais necessário dos casos seria quando a pessoa é forçada a fazer o ato sexual, ou seja, é estuprada, que por consequêcia, pode engravidar. Trazendo muitos problemas futuros, não só para a mãe, assim como para a criança, porque de algum modo, aquilo que gerou-la não foi feito com amor, trazendo lembranças ruins e podendo até faltar coisas importante na vida, como o carinho.
Há varios tipos de prevenção e todos podem ser comprados e até mesmo ganhados em postos de saúde, se prevenir para que não aconteça de engravidar,  é mais simples do que parece.
O fato de ser proibido o aborto não acaba com os acontecimentos do mesmo. Ninguém aqui está dizendo que é a favor ou contra, aliás, casos de abortos tem diferentes razões. Cada um tem seu conceito sobre isso, mas e ai, qual é o seu?

Trabalho de Filosofia de Gabriele de Moraes e Peterson Godinho


Nenhum comentário:

Postar um comentário