quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Descobrindo a Geografia por Alessandra Lazzari



Durante o terceiro trimestre, em Geografia, foram feitas muitas construções e aprendizados. Nos primeiros anos, estudamos a interrelação do clima, da vegetação e da hidrografia num determinado lugar no mundo. Descobrimos que o fenômeno climático El Niño pode durar todo o verão, trazendo chuvas para o Sul do Brasil. 
Nos segundos anos, pesquisamos fatos e analisamos dados sobre a população mundial e brasileira. Ao levantar dados sobre a população da sala de aula, descobrimos que mais da metade dos pais dos estudantes desse ano migraram de outros lugares, do RS, de outros estados brasileiros e até de outro país. A maioria estava em busca de melhores condições de vida e trabalho. 
Outro dado interessante que foi levantado se refere a educação. Uma parte dos pais entevistados ainda não concluiu o Ensino Fundamental, outra parte ainda não terminou o Ensino Médio e, dos que concluíram a educação básica, o fizeram recentemente pelas exigências do mundo do trabalho. 
Além disso, até pouco tempo atrás, não havia vaga pra todas as crianças e jovens de 6 a 17 anos de idade na escola pública. É um direito conquistado já faz um tempo, mas na prática está se efetivando em nossos dias. 
Nos terceiros anos, estudamos a agricultura, a pecuária e sua relação com a economia e a vida. No Brasil, identificamos o crescimento do agronegócio e do uso de agrotóxicos na produção de alimentos. Percebemos que quando a atividade só visa o aspecto econômico, coloca em risco a saúde das pessoas e do planeta, como é o caso dessa forma de agricultura. 
Além disso, estudamos o processo de urbanização, que aconteceu no Brasil relacionado a industrialização, e os problemas sociais e ambientais decorrentes do crescimento sem planejamento, como a violência, a moradia, o lixo, o efeito estufa e as ilhas de calor.
Os estudos envolveram trabalhos em grupo, leituras e a apresentação em formato fanzineFanzine, segundo Fabrizio Yamai, "vem da contração da expressão em inglês fanatic magazine, que significa em português revista de fãs. E o que isso significa? Significa que os fanzines são publicações feitas por pessoas e para as pessoas que gostam de um determinado tema em comum, sejam elas amadoras ou profissionais".
Foi muito bacana acompanhar as produções e contribuir com o aprendizado de todas e todos!

Professora Alessandra Lazzari

Nenhum comentário:

Postar um comentário